Apesar da pandemia, Brasil gera mais empregos

Apesar do momento de pandemia que se arrasta há um ano, o Brasil conseguiu gerar mais de 260 mil empregos formais em janeiro de 2021, segundo o Ministério da Economia, que divulgou hoje (16) os dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

No Pará, as admissões também foram maiores que as demissões, resultando em 2.139 postos de trabalho criados. Em termos de municípios, 90 dos 144 municípios paraenses abriram mais do que fecharam vagas no mês de janeiro último.

Especificamente sobre os sete municípios da microrregião Paragominas, o melhor resultado em termos de saldo foi observado em Goianésia do Pará, que gerou 78 postos de trabalho. Abel Figueiredo, por outro lado, foi o que fechou mais postos: 10.

Fizemos um detalhamento a seguir sobre o comportamento do emprego por setor de atividade econômica para observar aqueles que, em termos de saldo, se gerou (positivo) ou fechou (negativo) postos de trabalho (o resultado “zero” significa admissão igual demissão). Conforme notado, o setor de Comércio foi o que apresentou melhor resultado no agregado, apresentando resultado “zero” em Abel Figueiredo, e “negativo” apenas em Rondon do Pará.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s