Unifesspa promove discussão sobre racismo na mídia com participação de Gaby Amarantos

Promovido pela Faculdade de Comunicação da Unifesspa, acontece na próxima quarta-feira, dia 17 de março, das 16 às 21 horas, o evento #BlackTalks – Pensando Racismo na Mídia. Entre os seus principais destaques estão a jornalista Joyce Cursino e a cantora Gaby Amarantos, ambas paraenses e atuantes no enfrentamento ao racismo em seu estado e em suas carreiras. A programação, que será transmitida via internet, conta ainda com debates, festival de curtas e sorteio de livros cujo tema principal é o enfrentamento ao racismo.

O #BlackTalks nasceu da inquietação da professora Ana Condeixa quando analisava manchetes e matérias nas quais o racismo aparecia velado ou não. “É preciso preparar futuros jornalistas para que façam parte da luta contra o racismo promovendo um jornalismo antirracista”. A professora dá como exemplo uma reportagem de Bruno Marinho para o jornal O Globo, sobre a vitória da França sobre a Croácia na final da Copa do Mundo na Rússia, na qual compara uma pessoa negra a um animal: “Pogba reagiu como um animal que escapa do cativeiro – a alegria é tanta que ele não sabe nem o que fazer em seguida”.

O evento faz parte das atividades do Movimento dos 21 Dias de Ativismo Contra o Racismo. Mais conhecido como 21 Dias, o movimento surgiu há cinco anos no Rio de Janeiro e é liderado pela psicóloga Luciene Lacerda. A motivação foi o dia 21 de março de 1960 quando o Apartheid, o regime racista na África do Sul, assassinou 69 pessoas e feriu 186 em brutal
repressão, conhecida como “Massacre de Shaperville”. Nessa data cerca de 5.000 pessoas faziam um protesto pacífico contra a Lei do Passe que, na época, obrigava os negros a portarem um cartão que indicava os locais onde era permitida sua circulação.

O #BlackTalks – Pensando Racismo na Mídia será transmitido no Youtube do curso de
Jornalismo Unifesspa. Os participantes ganharão certificado e 10 horas complementares. As inscrições devem ser feitas no link do Sigeventos e é aberto também à comunidade externa.

PROGRAMAÇÃO – 17 de março

16h – Abertura do evento 
Ana Condeixa(FACOM)
Luciene Lacerda(Movimento dos 21 Dias)

16h15 – Exibição de curtas metragens

17h – “Rompendo o pacto racista: colocando a branquitude em questão”. Palestrante – Carla Siqueira – Jornalista, professora do departamento de Comunicação da PUC-Rio e doutora em História Social da Cultura pela PUC-Rio.

18h – Racismo linguístico na atuação de jornalistas. Palestrante – Gabriel Nascimento – Autor do livro “Racismo Linguístico”, Doutor em Letras pela Universidade de São Paulo (USP), mestre em Linguística Aplicada pela Universidade de Brasília (UnB).  É professor de Língua Inglesa/Ensino de Línguas/Campo da Educação na Universidade Federal do Sul da Bahia, Campus Sosígenes Costa, em Porto Seguro-BA.

19h – É possível fazer um jornalismo antirracista? – Debate. Debatedor – Caio Alex – Jornalista com 25 anos de carreira, passou por várias tv e rádios do Rio de Janeiro. Atualmente, é repórter e apresentador substituto do SBT RIO e SBT CIDADE.
Debatedora – Marcele Setúbal – Iniciou sua carreira como repórter da rádio
BandNews FM Rio. Na TV Bandeirantes Rio, fez reportagens de abrangência
local e nacional. Recentemente, foi transferida para São Paulo, onde atua
como repórter do Brasil Urgente. 

20h – Criatividade e empreendedorismo no enfrentamento ao racismo
no mercado de trabalho – Mesa Redonda
Participante – Joyce Cursino – jornalista há 10 anos, começou sua carreira
aos 15 anos, ainda no ensino médio, como voluntária da ONG NOOLHAR, onde
atuou como repórter mirim no projeto “Ideias que Transformam”. Durante a
graduação, passou pelo GloboLab – Profissão Repórter da Rede Globo,
estagiou na Fundação Nazaré de Comunicação, TV Cultura e no SBT Pará,
com destaque para produção da série “Infância Perdida” premiada
nacionalmente pelo Ministério Público do Trabalho.  Foi a primeira jornalista
negra efetiva do SBT Pará, onde trabalha como repórter atualmente.
Participante – Cláudia Nonato – Jornalista, doutora em Ciências da
Comunicação pela ECA-USP. É professora convidada do CELACC/USP
(disciplina Mídia e representações sociais da diversidade), vice coordenadora
do Centro de Pesquisa em Comunicação e Trabalho (CPCT-ECA/USP) e
editora executiva da revista Comunicação & Educação (ECA/USP).

Encerramento – Participação Especial – Gaby Amarantos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s