Efeitos da pandemia no emprego formal

O impacto da pandemia da Covid-19 vem sendo notado na maioria dos setores da economia, com poucas exceções, a exemplo das empresas de entregas. Com a forte baixa do nível de atividade econômica causada pelos efeitos da pandemia, uma das consequências diretas e, em muitas empresas, imediata, foi a demissão de funcionários.

Os impactos da pandemia no mercado de trabalho formal, aquele no qual o funcionário tem carteira de trabalho assinada, resultaram no fechamento de quase 850 mil postos de trabalho no Brasil durante período de janeiro a agosto, segundo os dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério da Economia. Das 27 unidades da federação, apenas 8 delas abriram mais vagas de trabalho do que fecharam (Mato Grosso, Pará, Maranhão, Goiás, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Acre e Roraima).

No estado do Pará, o desempenho do emprego formal foi positivo em 12.264 novas vagas, com destaque para os setores de construção e serviços, que criaram, respectivamente, 6.079 e 4.835 novos postos de trabalho.

Considerando os 144 municípios paraenses, 89 deles apresentaram mais admissões do que demissões no período aqui analisado, o que correspondente a quase 62% das cidades.

Para complementar a observação sobre o desempenho dos municípios em termos de emprego formal, apresenta-se a seguir resultado de levantamento dos 10 mais e dos 10 menos, ou seja, os que mais abriram postos de trabalho em contraposição aos que mais fecharam. 

No grupo dos que mais abriram vagas, o município de Parauapebas liderou com folga, criando 5.824 postos de trabalho, seguido por Canaã dos Carajás. Ainda da região do Sudeste paraense, compõem a lista Marabá, Paragominas e Ourilândia do Norte.

Por outro lado, a lista dos municípios que mais fecharam postos de trabalho é encabeçada por Altamira, com encerramento de 2.174 vagas, valor este mais de quatro vezes superior ao segundo colocado, São Domingos do Capim.

Independente do desempenho do município em termos de geração de postos de trabalho, vale mencionar que os gestores têm um grande desafio de manter ou gerar mais oportunidades de emprego, pois essa é uma das chaves para acionar novamente a engrenagem da economia. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s