Vacina contra a gripe será aplicada na casa dos idosos

Por Lucas Guilherme


O Ministério da Saúde vai antecipar a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza como estratégia de diminuir a quantidade de pessoas com gripe nesse inverno. Com o avanço do coronavírus a campanha de vacinação vai acontecer em todo o Brasil a partir desta segunda-feira (23) e se estenderá até dia 22 de maio. Em Rondon do Pará, a Secretaria de Saúde vai realizar a vacinação contra gripe nos idosos em casa, já que eles fazem parte do grupo prioritário. A ida até a casa dos idosos é justamente para que eles não precisem sair para ir até o posto. Essa foi a forma mais eficiente que os agentes de saúde encontraram para imunizar o grupo de risco. Até o momento do fechamento dessa reportagem o pessoal da Secretaria de Saúde estava em reunião para organizar como serão os procedimentos para a visita casa a casa. Dionísio de Almeida, de 75 anos, diz que está em quarentena mas pretende tomar a vacina. “No meio dessa confusão toda estou isolado no meu sítio por recomendações dos órgãos de saúde, por conta do coronavírus. Mas sobre a vacinação, é sabido que é um procedimento que tem salvado muitas vidas, ainda mais com esse inverno, vamos saber mais rápido se a pessoa vai estar com virose ou outra doença. ” Além das pessoas com mais de 60 anos também serão priorizados os trabalhadores da área da saúde.

A partir de 16 de abril é a vez dos profissionais da força de segurança e salvamento, professores e portadores de doença crônica. Já a partir de 9 de maio serão vacinadas gestantes, puérperas, povos tradicionais, crianças de 6 meses a 6 anos, adultos com mais de 55 anos e pessoas com deficiência. Para tomar a vacina basta ter em mãos a identidade, cartão do SUS e cartão de vacina.

A vacina não apresenta eficácia contra o coronavírus mas pode auxiliar os profissionais de saúde a observarem os tipos de influenza na triagem e acelerarem o diagnóstico para o coronavírus. “A campanha vai ser a forma mais rápida de combater a gripe constante no município nesse período de inverno, e vai ser mais fácil também saber se alguém tem coronavírus ou não pois os profissionais estarão atentos na hora da coleta”, afirma a enfermeira da Secretaria Municipal de Saúde, Nilzete Teixeira Martins. Ela também disse contar com a comunidade para conseguir imunizar o grupo prioritário que é o que mais corre risco nessa pandemia. “Quem ainda não for vacinado continue em sua casa fazendo os processos básicos de prevenção”.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s