Ampliação da biblioteca vai melhorar oferta de cursos no local

Por Lucas Guilherme

A Biblioteca Municipal Euzésio Ribeiro Aguiar está em reforma desde dezembro de 2019. A previsão para término das obras é final de março. O espaço da biblioteca, que antes tinha 100 metros quadrados, vai dobrar de tamanho. A ideia é ampliar o local para acolher os leitores, estudantes e participantes do projeto “Oficina de Redação Nota Mil”, hoje coordenado pelo professor Claudio Santos. 

A artista Lusmar Moreira finaliza obra na parte externa da biblioteca.

Com espaço maior pretende-se que sejam ofertados cursos em outras áreas de conhecimento, além de abrigar eventos como palestras. Com isso, não será mais necessário fechar a biblioteca enquanto se realizam outras atividades. “É de fundamental importância a reforma para melhoria do local e vai ajudar na educação do município trazendo mais alunos para o curso de redação e dando esse suporte para quem não tem condições de pagar um curso particular. Também teremos mais conforto”, observa Filomena da Silva, diretora da biblioteca.

O projeto “Oficina de Redação Nota Mil” existe desde 2015 e começou a utilizar o espaço da Biblioteca Municipal em 2017. O professor Robson Luiz Veiga, então coordenador da Biblioteca da Escola Estadual Drº Dionísio Bentes de Carvalho, deu início ao projeto com o objetivo de oferecer aulas de redação para alunos que queriam ingressar numa faculdade e iriam passar pela prova do Enem, mas que estavam fora da sala de aula. O professor observou, na época, que o índice das notas de redação do Enem era muito baixo em Rondon do Pará. Na biblioteca o curso ganhou mais força com turmas pela manhã, tarde e noite. Em 2017 haviam 17 alunos e o resultado foi bom. Já no ano seguinte a biblioteca teve 72 alunos inscritos e em 2019 obteve o maior número inscritos: 245 alunos matriculados dividido nos três períodos. O resultado foi ótimo para a educação do município com notas expressivas na redação do Enem que variavam de 700 a 820 pontos. Hoje muitos alunos que passaram por essa oficina já estão em cursos universitários espalhados por vários lugares. Com a superlotação de alunos, era necessário fechar a biblioteca em dias de aula. Por isso, foi preciso ampliar o espaço. “Me sinto gratificado pelo fato de chegar ao objetivo, que seria obter uma média acima dos 700 pontos. No caso, a média em 2016 foi de 740 pontos, tendo alunos que ultrapassaram os 800 pontos. A importância do projeto foi a visibilidade alcançada pela Biblioteca Municipal, já que houve continuidade do projeto, bem como a extensão da própria biblioteca que agora irá ofertar, além de Redação, também outras áreas do conhecimento e deixo aqui minha eterna gratidão por esse projeto”, diz Robson Luiz Veiga, fundador e ex-professor do projeto.

Para a secretária de Educação, Rosiane Montreuil, o projeto é bastante importante para Rondon e era necessário dar melhor condições para seu desenvolvimento. “Isso foi um avanço para a educação do município por dar oportunidade de trazer pessoas de baixa renda, que não poderiam fazer um cursinho pago, conosco na biblioteca para terem essa oportunidade de ingressar na educação superior”.

O espaço recebeu uma obra da artista Lusmar Moreira na parte externa com referência à educação, já que mostra uma criança sentada embaixo de uma árvore lendo um livro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s