Presidente de associação se manifesta diante de denuncia

Por Jussara Alves
Diante do pronunciamento feito pelo vereador Erasmo Carias, do partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB), na sessão do dia 11, referente a cobrança indevida na transferência de documentos dos lotes a moradores da Nova Rondon, que atingiram diretamente o presidente da associação Romildo Jesus, o mesmo enviou uma nota à nossa equipe com esclarecimento do assunto.0d641de6-32dd-49f3-a9e5-00cd43b880b8


De acordo com Romildo Jesus, desde o começo da associação se estabeleceu um acordo com os moradores de pagamento de um valor, para suprir as despesas relacionadas a viagens e trabalhos no local. “Em assembleia ficou determinado que a associação cobrasse uma taxa de R$ 12,00, para defender os interesses de todos que ali ocupavam, ficando em um barracão, onde a associação tomou a responsabilidade de regularizar a todos, fazendo viagens aos órgãos em Marabá e Belém/Pá”.
O presidente comenta que foram preparados projetos para o desenvolvimento do bairro, incluindo a limpeza das ruas que utilizavam maquinas e combustíveis. “Tínhamos a responsabilidade de limpar as ruas todos os anos e isso tinha um custo com maquinas e combustível, já que a prefeitura apenas nesse ano de 2019 entrou no bairro para realizar o referido serviço. Tivemos gastos com encanamento de água e energia para ligar a bomba e encher as caixas das residências todos os dias”, disse Romildo.
O presidente ainda destacou que os trâmites processuais para regularizar a área tiveram custos altos, o que obrigou a Associação a cobrar dos sócios que estavam vendendo seus lotes. “A associação precisou arcar com o custo do Georreferenciamento para fazer a regularização urbana, onde tivemos custo muito alto, e o arrecadado pelo os associados não daria para cobrir todos as despesas”.
Romildo ressaltou que a associação sobrevivia dos recursos e que nunca foi cobrado dos associados taxas elevadas. “Nunca causamos constrangimentos aos associados, tanto que até hoje existe sócio que nunca pagou uma mensalidade para a associação, porém a Associação sempre precisou se movimentar para garantir a posse da área”.
Para finalizar o presidente ressaltou que nos dias de hoje os pré-cadastros dos associados são feitos individualmente sem cobrança pela associação para serem enviados à prefeitura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s