Projeto de extensão da Unifesspa trabalha os 5S com alunos da rede pública

Por Jussara Alves

Os alunos do oitavo ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Lúciolo Oliveira Rabelo, no bairro Jardelândia, foram escolhidos para receber o projeto “5s na Escola”, desenvolvido e aplicado por docentes e discentes do Instituto de Ciências Sociais (ICSA) da Unifesspa. O projeto tem como objetivo compartilhar com os alunos os cinco sensos da gestão empresarial  que são: senso de utilização, de organização, de limpeza, de padronização e de disciplina.

2

O 5s foi desenvolvido no Japão e trabalhado nas empresas daquele país como uma estratégia empresarial  que busca qualidade da gestão.

Para o coordenador do projeto, professor Ciro Campão, a ideia dos 5s pode ser adaptada para o ambiente escolar. “O objetivo desse projeto é proporcionar que os alunos do ensino fundamental, possam aplicar uma ferramenta tão importante desenvolvida no Japão, no ambiente escolar. A ideia é que eles possam disseminar esses cinco sensos não só aqui na escola, mas levar também para a comunidade em que estão inseridos. Isso tende a contribuir com a sociedade, para que sejam pessoas melhores, cidadãos que contribuam com o dia a dia da comunidade”. O coordenador enfatizou, ainda, que a ideia deve ser futuramente expandida para outras escolas, e os alunos que estão recebendo a aplicação neste primeiro momento, irão repassar para as demais turmas.

a0d28d5d-0eb2-47bb-a2e8-11d70fd2b382
Coordenador do projeto, professor Ciro Campão.

Durante a aplicação, que ocorreu na manhã de quarta-feira (29), a turma interagiu com as explicações, perguntas e dinâmicas. O aluno Erlon José de 13 anos, afirma que já começou a praticar os 5s em sua casa. “É um projeto muito interessante que nos ajuda a ter mais conhecimento e praticar coisas que antes não tínhamos o hábito. Com os primeiros que já foram passados, já estava aplicando no meu dia a dia e com aplicação dos demais tende a contribuir no dia a dia”, comenta o estudante.

5
Aluno Erlon José.

Também aluno da mesma escola, Raviky Araújo, 13, disse estar agradecido pela implantação do projeto e que as ações visam colaborar com o desenvolvimento social e dinâmico no âmbito escolar.

3
Aluno Raviky Araújo,

Segundo a responsável pela escola municipal, Jane Cleia Vieira o envolvimento do ensino superior com o fundamental desperta maior interesse nos alunos do ensino básico pelo ingresso em uma universidade. “Essa vinda das universitárias juntamente com o professor é um incentivo maior, em saber que tem uma universidade federal na cidade e que tem a possibilidade deles fazerem parte”, enfatiza a educadora.

6
Responsável pela escola municipal, Jane Cleia Vieira.

Com contato direto com os estudantes da escola a discente do curso de administração 2017 e bolsista do projeto, Luana Almeida, tem acompanhado o engajamento de cada aluno. “Eles demonstram ter interesse pelo assunto, alguns não participam na hora da aula, porém eles interagem nas atividades, nos questionamentos e na dinâmica. Eles têm uma facilidade de compreender o assunto”.

4
Discente do curso de administração 2017 e bolsista do projeto, Luana Almeida.

O projeto teve início no mês de março e segue até novembro deste ano, quando os alunos farão uma avaliação sobre os assuntos e colocarão em prática o que aprenderam.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s